Return to site

Empresários, moradores, comerciantes e hotelaria unidos por praças no Itaim

Praças do Itaim ganham campanha para preservação e manutenção

· Praças,São Paulo,Itaim,Crowdfunding

Novidade no Itaim

Um novo projeto colaborativo para duas praças no Itaim-Bibi foi lançado essa semana. As duas praças, General Eneias Nogueira e General Sodré e Silva, estão separadas por apenas uma quadra e foram responsáveis por unir representantes de diferentes setores do bairro.

Antigamente, uma administradora fazia os serviços de manutenção da Praça General Eneias Nogueira. Com o fim do termo de cooperação com a prefeitura e a falta de dinheiro para dar continuidade, o serviço foi interrompido e desde o começo de novembro a praça está abandonada, sem manutenção.

Preocupados com esse novo cenário, empresários, representantes de condomínios comerciais e do setor hoteleiro uniram forças pelas praças. Todos as segundas e quintas, após o horário de almoço está sendo feito um mutirão para deixar a praça minimamente limpa. Mas, como os mutirões demandam equipe e tempo, esse cenário não conseguirá se manter.

A preocupação é grande e se estendeu aos feirantes que realizam suas atividades por lá. Os participantes da feira procuraram se mobilizar para levar o lixo produzido embora, e se disponibilizaram a auxiliar no mutirão nos dias de feira. 

As principais preocupações são sobre o mau uso das praças, o aumento da violência, sobre o estado de abandono que inutiliza os mobiliários, poluem o local, e trazem pragas urbanas. Um problema recorrente no passado era a infestação de ratos e baratas, cenário que os realizadores da nova campanha não gostariam de reviver.

O novo movimento

Toda essa história mobilizou uma nova campanha para preservação local baseada na contribuição coletiva. A campanha Amigos da Eneias e Sodré funciona a partir de um financiamento coletivo que visa a adoção colaborativa das duas praças. Ela foi lançada na plataforma Praças essa semana e procura apoiadores dispostos a contribuir pela limpeza, jardinagem e manutenção das praças.

A campanha de financiamento coletivo se estende até o dia 05/01/2018 e nela é possível contribuir para as duas praças ou somente para uma praça escolhida. Os realizadores Eloy, Rosi e Eliana gostariam de ver todos do entorno participando. Nas redondezas, há torres de edifícios residenciais, diversos condomínios comerciais e muitas empresas englobadas.

Os impactados

"Se cada um puder colaborar um pouco para a manutenção das praças já conseguiríamos viabilizar os serviços necessários. Não é uma ideia mirabolante. É pegar um ali, o outro aqui, somar com outro acolá e pronto! Com o tempo vamos arrecadando o suficiente para trocar os bancos, instalar equipamentos novos, fazer um evento para o happy hour de sexta feira", diz Eloy Oliveira, do Grupo 5.

"Aqui temos muitos representantes que podem colaborar financeiramente. Além das empresas, hotéis e edifícios comerciais temos, também, muitos condomínios residenciais, que serão os mais impactados por esse projeto na praça. Nós utilizamos esses espaços de segunda a sexta, para vir almoçar na feirinha, os funcionários dos restaurantes relaxam entre turnos. Os moradores tem essas praças como quintal 24 horas, 7 dias por semana", completa Rosi, gerente de um edifício comercial.

Para os que quiserem colaborar com o projeto basta acessar o site e seguir o passo a passo. A arrecadação pode ser direcionada para as duas praças em conjunto, ou o apoiador pode decidir se quiser colaborar com uma praça só.

Eliana, gerente do Hotel Prodigy, que divide as duas praças finaliza: "Estamos preocupados não só com a imagem que as praças passam, mas com a segurança de quem passa por aqui. Por isso precisamos do apoio das pessoas, quantas forem necessárias e possíveis. Esse projeto é um projeto para o bem comum".

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly